quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Kaká, que feio!

Olá, imprensa esportiva light, vamos acordar?
O “indignado” Kaká, do Milan, disse que pode largar o futebol italiano por causa da violência que ocorreu por lá.
***
Que bonitinho, não?
Acho que o astro brasileiro deu uma bola fora. Brasileiro da “pacífica” cidade de São Paulo, onde se projetou para o estrelato do futebol, Kaká toca a pelota para o lado da demagogia, mas acerta a hipocrisia.
***
O que leva um sujeito a deixar a capital paulista, onde o futebol nos gramados e nas arquibancadas está entre os mais violentos do mundo, e depois a fazer tal declaração? Será que querem valorizar seu passe para uma megamilionária transferência?
***
Quem bateu firme na bola foi Gianni Rivera, um dos maiores jogadores da história do futebol italiano. Ele acusou Kaká de agir com "hipocrisia" ao advertir que os jogadores estrangeiros poderão deixar o país devido à violência.
***
Disse o italiano para o jornal esportivo francês L'Equipe: “Não existe esse risco [de os estrangeiros irem embora]. Se eles estão aqui não é por amor ao futebol ou porque estão apaixonados pelo nosso país, mas porque recebem muito bem”.
***
Gooool de Rivera! A imprensa brasileira comeu barriga e levou um frango!

Nenhum comentário: