terça-feira, 2 de outubro de 2007

Tinha que ser outro gancho

O polêmico e controvertido Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, esteve em Cambé e Londrina no último final de semana. Domingo, concedeu uma entrevista exclusiva para a Folha de Londrina, que na segunda-feira publicou uma chamada e a matéria intitulada “O mensalão não existe mais. Não creio”, um título, aliás, bastante parecido com o do Jornal de Londrina daquele mesmo dia: “Jefferson diz que mensalão não existe mais”.
O JL usou a declaração que Jefferson deu durante o encontro estadual do seu partido, realizado sábado à noite.
***
Mas o fato é que eu, pessoalmente, acompanhei a entrevista dele para a Folha, e particularmente acho que a declaração mais bombástica do ex-deputado petebista, cassado por causa das denúncias sobre o mensalão (expressão que ele mesmo cunhou), foi quando ele disse que está preparando o retorno do ex-presidente Collor de Mello, hoje senador por Alagoas.
***
Jefferson disse, para a Folha, que Collor pode ser o candidato do PTB a presidente da República em 2014, e possivelmente contra o Lula, de novo, já que os dois concorreram e disputaram o pleito de 1988.
***
Essa declaração, a do lançamento do Collor Presidente, é, a meu ver, mais importante que dizer que o mensalão não existe mais.
Por tudo o que fez e o que aconteceu com o Collor, cassado e execrado publicamente há 15 anos, essa informação era a verdadeira novidade, até porque o suposto fim do mensalão (será?) já havia saído em algumas emissoras de rádio no dia anterior. Já não era tão novidade assim.
***
A Folha, pois, deveria publicar outro título, usar um outro gancho para a matéria.

Nenhum comentário: