quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Esporte é jornalismo?

A TV Globo fez recentemente aquilo que, na prática, já acontece há muito tempo nas redações dos grandes e médios veículos de comunicação: separou, oficialmente, o jornalismo do esporte.
Desde o começo de julho a Globo mudou sua estrutura hierárquica, criando assim as áreas de Jornalismo e Esporte. É a Central Globo de Jornalismo e Esporte.
***
De um modo geral, os veículos separam esses segmentos, mas não formalmente. Profissionais especializados em esportes só ficam com esporte.
Nas pequenas e médias cidades brasileiras, aliás, os veículos de comunicação entendem como esporte basicamente a cobertura intensiva do futebol regional e nacional. Poucos são os que cobrem significativamente outras modalidades – seja por incapacidade, por fatores culturais, comerciais, por falta de recursos ou por falta de interesse mesmo. É uma pena!
***
Também de um modo geral, os setoristas de esportes cobrem apenas as atividades esportivas em si, porque se algum fato ou notícia deste segmento enveredar por outros caminhos jornalísticos, como denúncias, corrupções de dirigentes, atentado à vida de terceiros, etc., não é incomum a direção de redação do veículo escalar um jornalista de outra área para a necessária cobertura (setor policial, regional, nacional, local ou alguém que tenha mais experiência com este tipo de trabalho).

Nenhum comentário: